O Kassab aderiu #ahoradoplaneta, você também deve aderir…

Nesta quarta-feira, a 17 dias da Hora do Planeta 2010, duas importantes capitais brasileiras confirmaram sua adesão ao movimento global. Mais uma vez, São Paulo e Curitiba apagarão as luzes de diversos pontos das cidades mostrando sua preocupação com o planeta.

São Paulo e Curitiba confirmam adesão à Hora do Planeta 2010

Gilberto Kassab e Álvaro de Souza
© Fernando Pereira - SECOM São Paulo e Curitiba no Hora do Planeta 2010

Nesta quarta-feira, a 17 dias da Hora do Planeta 2010, duas importantes capitais brasileiras confirmaram sua adesão ao movimento global. Mais uma vez, São Paulo e Curitiba apagarão as luzes de diversos pontos das cidades mostrando sua preocupação com o planeta.

Em São Paulo, durante o encontro que formalizou a adesão da cidade à Hora do Planeta 2010, o prefeito Gilberto Kassab enfatizou que sua equipe está estudando para apagar os mesmo ícones que foram apagados no ano passado: Ponte Estaiada, Monumento às Bandeiras, Viaduto do Chá, Estádio do Pacaembu, Obelisco e Parque do Ibirapuera. “Também queremos ampliar a participação com a inclusão de, pelo menos, mais dois pontos paulistanos na Hora do Planeta 2010, como o Parque do Povo”, finalizou o prefeito.

“É muito importante São Paulo participar novamente da Hora do Planeta. É uma iniciativa de conscientização de todos por um futuro melhor”, afirmou o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, citando a relação das mudanças climáticas com a qualidade de vida da população. Para ele, “cada um de nós pode dar o exemplo e conscientizar ainda mais pessoas para o combate ao aquecimento global”.

Além da prefeitura, o apoio importante ao movimento de empresas e organizações de São Paulo, como o Centro de Voluntariado de São Paulo, a Rádio Eldorado, Casa das Rosas, São Paulo Convention Bureau Center, Hotéis Sheraton São Paulo, World Trade Center, Rede Sol Meliá e a Revista O2, foram confirmados hoje.

Fonte: WWF

Sobre os anos bissextos

Explicações e curiosidades sobre os Anos Bissextos

Para saber se um ano será bissexto na regra gregoriana que usamos até hoje faz-se a seguinte conta:
Tente dividir o ano por 4. Se o resto for diferente de 0, ou seja, se for indivisível por 4, ele não é bissexto. Se for divisível por 4, é preciso verificar se o ano acaba em 00 (zero duplo). Em caso negativo, o ano é bissexto. Se terminar em 00, é preciso verificar se é divisível por 400. Se sim, é bissexto; se não, é um ano normal.

Como cálcular os anos bissextos

Achou confuso? Vejamos na prática como funciona a regra. Tomemos 2008 como exemplo. 2008 é um número divisível por 4 (o resultado é 502) e que não acaba em 00. Logo, esse ano é bissexto. Já o ano 1900 não foi bissexto: é divisível por 4, termina em 00, mas não é divisível por 400. O ano 2000, por sua vez, foi bissexto: é divisível por 4, termina em 00 e é divisível por 400.

A regra de Gregório 13, apesar de ser a mais exata das que existiram, também não resolve totalmente o problema. A cada 3.300 anos seguindo essa regra, o calendário gregoriano terá uma defasagem de 1 dia. Assim, no ano 4.882, o nosso calendário vai estar um dia adiantado com relação ao início da primavera. Ainda não há uma solução planejada para tal ano, já que os astrônomos de hoje em dia resolveram deixar a preocupação para os seus colegas do futuro.

Porque o dia a mais é em fevereiro?

Comecemos explicando por que fevereiro é mais curto que os outros meses.

O primeiro calendário romano foi supostamente bolado por Rômulo (mitologicamente, um dos fundadores de Roma), por volta de 753 a.C. Ele só tinha 10 meses, de 30 ou 31 dias, e o ano durava 304 dias ao todo, segundo o professor de astronomia Roberto Boczko, da USP.

Essa folhinha não estava em sincronia com as estações do ano e, quando o sucessor Numa tomou o poder, instituiu um novo calendário, baseado nas fases da lua com 12 meses de 29 ou 31 dias. Nenhum deles tinha 30 dias porque, nessa época, acreditava-se que os números pares desagradavam aos deuses e, por isso, eram sinal de azar. A soma dos dias do ano, porém, era par (356 dias). Para que o ano inteiro não fosse considerado azarado por ser par, decidiu-se que um mês teria de ser “sacrificado” e ter um número par de dias para que o ano somasse 355 dias.

O escolhido foi fevereiro, considerado na época um mês ruim (“o nome ‘fevereiro’ foi dado justamente por aquele ser o mês das febres, das cobranças e das execuções judiciárias”, conta Boczko). Arredondar para 28 dias, em vez de 30, foi uma escolha estratégica: o mês azarado deveria acabar o mais rápido possível. Quando surgiu a necessidade de acrescentar um dia ao ano, nada melhor que colocá-lo no mês mais curto.

Por que o nome bissexto?

Ao contrário do que muita gente pensa, o nome “bissexto” não vem do fato de o número de dias do ano (366) terminar em 66. A explicação é bem mais complexa.

Em um ano bissexto, o dia extra não é o 29. Na época dos primeiros anos bissextos a intersecção era feita de acordo com os interesses do Império Romano. O primeiro mês do ano era março, quando começava a primavera (“prima” significa primeira, e “vera”, estação). O primeiro dia de março se chamava “calendas de março”. Foi daí que veio a palavra calendário.

Fevereiro era, então, mês de virada de ano e o costume da época era festejar o ano novo durante os últimos cinco dias do mês. Se o dia extra fosse colocado no fim de fevereiro, o período de folga seria prolongado e o Império Romano não gostou dessa idéia. Foi decidido que a intersecção aconteceria no meio dos dias de trabalho.

O dia 23 de fevereiro era o sexto dia antes do ano novo. Quando o ano era bissexto, um dia útil a mais era colocado na seqüência e tanto o 23 quanto o 24 eram chamados pelas autoridades de “sexto dia antes da calendas de março” (em latim, “antediem sextum Calendas Martii”). O nome “bissexto” vem daí: o ano tinha dois “sextos” antes da calendas de março.

E quem nasce em 29 de fevereiro?

As pessoas que fazem aniversário em 29 de fevereiro têm um problema técnico: só podem comemorar no dia exato uma vez a cada 4 anos – caso dos 6.337 brasileiros que nasceram nesse dia no ano bissexto de 2004. Nos anos que não são bissextos, eles têm de optar pelo dia 28 de fevereiro ou 1º de março. Alguns pais de nascidos nesse dia especial preferem registrá-los no dia anterior ou seguinte, para evitar que isso aconteça. Mas essa é uma escolha feita por mera conveniência, já que nenhum cartório proíbe o registro no dia 29.

Os bissextos brasileiros

474

Os bissextos brasileiros
1992 1996 2000 2004
Nascidos vivos 5.423 6.815 7.732 6.337
Separações judiciais 11 466 7
Casamentos 4.645 1.328 695 91
Fonte: IBGE – Registro Civil

Existe também um mito em torno desse dia: muitos acham que pode ser sinal de mau agouro para quem nasce nele. Isso não passa de lenda, pelo menos na opinião de Roberto Machado, numerólogo presidente fundador da Associação Brasileira de Numerologia, e Antonio Facciollo Neto, presidente do Sindicato dos Astrólogos do Estado de São Paulo.

“É tudo abobrinha”, diz Facciollo. “Do ponto de vista astrológico, não há nada de errado nem com o ano bissexto, nem com o dia 29 de fevereiro”. O problema do ano bissexto é meramente matemático e isso não faz a menor diferença no calendário zodíaco. O mesmo vale para a numerologia: não há nenhuma influência especial do dia ou do ano na soma que define o mapa numerológico natal da pessoa.

Horóscopo

No horóscopo, os aniversariantes do 29 de fevereiro são sempre do signo de Peixes. O início do intervalo de um mês que determina quem é desse signo varia um pouco a cada ano (justamente por causa dos anos bissextos), mas fica sempre entre os dias 18 e 20 de fevereiro. Assim, quem nasce no dia 29 não corre nenhum risco de ser de outro signo. Já o mapa astral de cada um é diferente, determinado por particularidades como horário e local de nascimento. Na numerologia, a soma do dia 29 de fevereiro é igual a 2, assim como outros dias do mesmo mês (2, 11 e 20), que têm todos 80% do mapa numerológico iguais – os outros 20% são definidos pelo nome que a pessoa recebe quando nasce.

Curiosidades

Desde que 1896, quando as Olimpíadas foram reinstituídas depois de séculos de proibição, os jogos acontecem sempre em anos bissextos. A única exceção foi o ano de 1900.

Bissexto também é um adjetivo usado para designar poetas que escrevem raramente, numa metáfora ao longo intervalo entre um e outro 29 de fevereiro.

Entre os poucos famosos que nasceram no dia 29 de fevereiro estão o cartunista brasileiro Jaguar (Sérgio de Magalhães Gomes Jaguaribe), um dos fundadores de “O Pasquim”, e o rapper norte-americano Ja Rule (Jeffrey Atkins).

No catolicismo, 29 de fevereiro é dia de Santo Osvaldo. Em vida, foi bispo de Worcester e tinha o costume de lavar diariamente os pés de 12 pessoas pobres durante a quaresma. Conta-se também que o santo era apreciador das ciências. Foi escolhido o dia da sua morte para a homenagem. Nos anos comuns, o santo é homenageado no dia 1º de março.

Hoje é o Dia de Ação dos Blogs

Você tem um blog? Publica com freqüência notícias e comentários na internet? Então chegou o momento de se engajar na luta contra o aquecimento global. A campanha TicTacTicTac e o WWF-Brasil precisam da sua ajuda para persuadir os líderes mundiais a agirem corretamente em dezembro deste ano e assinarem um novo acordo global de clima justo, ambicioso e eficiente, no encontro de Copenhague (Dinamarca).

Você tem um blog? Publica com freqüência notícias e comentários na internet? Então chegou o momento de se engajar na luta contra o aquecimento global. A campanha TicTacTicTac e o WWF-Brasil precisam da sua ajuda para persuadir os líderes mundiais a agirem corretamente em dezembro deste ano e assinarem um novo acordo global de clima justo, ambicioso e eficiente, no encontro de Copenhague (Dinamarca).

No dia 15 de outubro junte-se a quase 2.700 blogueiros de 106 países já inscritos no Dia de Ação dos Blogs. Inscreva-se no site oficial e publique posts sobre mudanças climáticas no dia combinado. Juntos, esperamos atingir 8 milhões de internautas em todo o planeta.

O que é o Dia de Ação dos Blogs?
O Dia de Ação dos Blogs é um evento anual que une blogueiros de todo o mundo postando sobre o mesmo tema, no mesmo dia. Cada um a sua maneira, impulsionando a discussão de um assunto de importância global.

Participe agora, adicione o seu blog nessa campanha: http://www.blogactionday.org/

Um dia. Um assunto. Milhares de vozes.
Veja o vídeo em inglês

Por que aquecimento global?
O aquecimento global afeta a todos nós e ameaça muito mais que apenas o meio ambiente. Entre os seus impactos podem estar: enchentes, secas, furacões, guerras e milhões de refugiados.

A blogosfera tem um papel importante na mobilização de milhões de pessoas ao redor do planeta; Destacar o tema aquecimento global dará a oportunidade para milhões de pessoas expressarem seu apoio à assinatura de um novo acordo global de clima justo, ambicioso e eficaz. Além disso, pode ser uma chance de encontrarmos soluções sustentáveis para a crise climática mundial.

Para ajudar, seguem algumas sugestões de posts:

  1. Escreva o que você está fazendo para deter o aquecimento global
  2. Divulgue o manifesto TicTacTicTac e convide seus leitores a assinarem o abaixo-assinado da campanha no www.tictactictac.org.br .
  3. Replique um conteúdo de algum site sobre o assunto.Há várias instituições, além do WWF-Brasil que têm informações interessantes sobre o tema.
    Veja alguns links:

Participe e assine o abaixo assinado: http://www.tictactictac.org.br/

em off: Olimpíadas em RIO

Rio de Janeiro vence a disputa para sediar as Olímpiadas de 2016.

Cristo Redentor - Rio de Janeiro
Cristo Redentor – Rio de Janeiro

As 13hrs50min desta sexta-feira, 2 de outubro de 2009, o Rio de Janeiro é eleito a sede das Olimpíadas de 2016.

O que vocês acham disso???
Apesar da falta de segurança, hospedagem e transporte público, o Rio de Janeiro é a primeira cidade sul-americana a sediar uma Olimpíada.
É isso aí, agora falta a colaboração do governo para investir para poder suportar esses grandiosos eventos que vem vindo. Só faltam 7 anos, ou seja, falta pouco, né?!?!
Uma coisa é certa, eventos desse porte, é muito importante para a economia brasileira. Devemos aproveitar essa oportunidade para fazer este país crescer, e muito, na próxima decada.
rio_2016
Abraços!